Realidade virtual e interatividade: as novidades do mercado imobiliário para tours à distância

Realidade virtual e interatividade: as novidades do mercado imobiliário para tours à distância

Testemunha desse crescimento é a construtora paranaense San Remo. Focada no mercado de empreendimentos de luxo, com apartamentos de centenas de metros quadrados e que valem milhões de reais, ela viu suas vendas aumentarem de 2020 para cá. Segundo a diretora de Marketing Aline Perussolo Soares, isso pode ser explicado por uma tendência ocasionada pelo isolamento: “As pessoas deram maior valor às suas moradias e assim buscaram dar um ‘upgrade’ nesse aspecto da vida, poder morar melhor”.
Com a grande busca por imóveis em meio à nova realidade, as instituições que fazem parte desse mercado tiveram de se adaptar. Se, antes, o primeiro contato com a propriedade de interesse era feito sempre de forma presencial, durante as visitas aos decorados, muita gente passou a buscar por alternativas para conhecer detalhes dos imóveis sem sair de casa. E foi aí que a tecnologia se tornou aliada das imobiliárias, incorporadoras e construtoras nesse novo desafio.

Comuns já no mundo pré-pandemia, as ferramentas de tour 360º pelos imóveis à venda foram ainda mais aperfeiçoadas, de modo a oferecer uma experiência completa de visita aos possíveis compradores, com maior interatividade. Já não bastava mais o simples escaneamento por fotos de ambientes pré-existentes e reprodução delas em 3D – detalhes sobre os acabamentos, revestimentos e mobílias passaram a ser fundamentais para quem quer fazer uma aquisição tão importante, mas à distância.

Com a ferramenta, a visita ao decorado acontece como dentro de um game, em que o usuário pode interagir e escolher diferentes revestimentos, cores, móveis e texturas, e assim verificar todas as possibilidades de acabamento do imóvel antes de comprá-lo. “Com essa tecnologia, é possível conectar o cliente de uma maneira mais humanizada ao imóvel, trazendo seus sonhos à realidade por meio do mundo virtual”, conta Priscila.

Nesse ambiente imersivo, todos os detalhes fazem o cliente se sentir realmente dentro da propriedade – até a luminosidade é adaptada de acordo com o período do dia e a insolação recebida pelo imóvel. “Vimos no mercado de construtech a possibilidade de agregar valor às visitas remotas, aperfeiçoando cada vez mais a tecnologia a fim de conectar as pessoas aos ambientes virtuais”, explica a CEO.

Por dentro do mercado imobiliário, soluções como essa foram vistas com bons olhos pelas entidades envolvidas na venda de casas e apartamentos. A partir de dificuldades de visitação apresentadas por potenciais clientes, a Mitre Realty se inspirou nos costumes que se tornaram ainda mais comuns na vida do brasileiro nos últimos meses para criar o “delivery de decorados”.

Deixe uma resposta